26.2 C
Imperatriz
sexta-feira, agosto 19, 2022
spot_img

No dia 26 de julho de 2021 o médico Bruno Calaça foi assassinado pelo ex-policial Adonias Sadda em uma casa de eventos na Avenida Beira Rio, em Imperatriz. Hoje, dia 26 de julho de 2022, completa um ano que o recém formado em medicina perdeu a vida. 

O caso continua sendo investigado, os envolvidos juntamente com as testemunhas continuam sendo ouvidos pela Polícia Civil de Imperatriz. A mãe de Bruno, Ariélia Calaça, falou ao Imperatriz Online que desde a morte do filho três audiências já aconteceram de forma online, sem previsões para o julgamento. 

Além do ex-policial Adonias Sadda, Ricardo Barbalho e Waldex Cardoso foram citados pelo Ministério Público, mas tanto Ricardo como Waldex respondem o processo em liberdade. Ariélia Calaça afirmou que os processos foram separados, ou seja, os outros dois suspeitos não respondem mais no mesmo caso de Adonias Sadda.  

A mãe de Bruno falou que no dia 19 de julho uma movimentação foi feita no processo, o juiz estaria decidindo se permitiria ou não o ex-policial realizar um teste psicológico. O pedido para realizar o exame de sanidade mental foi feito por Adonias, e a mãe de Bruno questiona em um vídeo gravado ao Imperatriz Online. 

Relembre o caso: 

Adonias Sadda, até então policial militar, atirou em Bruno Calaça durante uma festa que acontecia em uma casa de eventos na Avenida Beira Rio, em Imperatriz. O crime aconteceu por volta das 03:20 de uma segunda-feira, 26 de julho de 2021. 

De acordo com informações da PM, a guarnição da área já tinha ido encerrar as atividades no local por duas vezes, mas câmeras de segurança revelaram que o show continuou dentro do local. O médico morreu depois de Ricardo Barbalho ter uma suposta discussão com Bruno . Depois o homem se aproxima do policial militar e momentos depois o PM atira no médico.

Adonias Sadda ficou 1 dia foragido, ele estava escondido em uma casa no bairro Bacuri, próximo ao Colégio Militar Tiradentes, a prisão foi feita pelo serviço de inteligência do 14º BPM.

Valéria Cristina
Valéria Cristina
Acadêmica de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). Membro da equipe de Jornalismo do Imperatriz Online e Mais Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais Populares

- Publicidade -

Ultimos Comentários

× WhatsApp